segunda-feira, 5 de abril de 2010

Pensando e Repensando na Vida

     Existem muitos aspectos que precisamos refletir sobre a vida. 
     Você sabe que lidar com as nossas emoções, com nossos sentimentos, não é um processo fácil, e como a emoção não é algo concreto, não podemos por exemplo, acordar triste pela manhã e porque estás triste? Bom estou triste 5% porque terminei com meu namorado, 17% porque tirei nota baixa na prova, 35% porque a fatura do cartão venceu e não tenho dinheiro pra pagar....você não pode dimensionar a emoção porque não é algo concreto, como uma tv, geladeira, mesa, cadeira...porque é no campo da subjetividade, talvez por isso nós muitas das vezes fugimos das nossas emoções, dos nossos sentimentos, nós precisamos lidar tanto com eles, e isso me deu uma vaga idéia de como escrever esse post.
     Outro dia estava conversando com uma amiga do twitter @Da__Li sobre alguns problemas que estavam acontecendo, porque as pessoas se metem na vida dos outros, porque a “preocupação” de se falar mal dos outros sem ao mesos conhecer a pessoa de verdade, o porque de pré-julgamentos e ultimamente vários fatores aconteceram para eu poder estar aqui neste momento falando sobre isso. Então escolhi falar sobre a reflexão da vida, porque ela é tão curta, passamos tão pouco tempo na terra que nem mesmo sabemos o que estamos fazendo aqui, e num mundo cada vez mais agitado que gira numa velocidade frenética, fica cada vez mais difícil para colocar a cabeça no lugar, (re)organizar sua vida, estabelecer metas de conquista e reconhecer quando você está errado, pedir perdão, rir das bobagens e besteiras, parar de ser ranzinza, parar de olhar e se incomodar com a vida dos outros, porque a namorada dele(a) é mais bonita, porque ele(a) tem mais dinheiro do que, porque a grama de lá é mais verde que a minha. Como está sua vida? Como é sua relação com os outros? O que você está fazendo por você para melhorar. 
     Olhe para dentro de você, tente refletir no que você é(ou se transformou) e o que está fazendo em relação a isso. Não espere a banda passar. Não espere o mundo melhorar. Não espere a chuva cessar. Não deixe uma manga cair na sua cabeça. FAÇA agora. Reaja. Escolha um caminho. Escolha certo. Se der errado. Pare. Pense, repense e escolha o certo. Pra você que mora em Belém, um bom lugar para pensar nisso é passar o por do sol no forte do castelo. Tomando uma tigela de açaí, ou tomando um tacacá. Sentindo a brisa do vento que vem do rio as vezes com odor fétido de peixe do ver-o-peso, as vezes com o aroma do cheiro do Pará. Lugar totalmente espetacular para recomeçar.
     Pensando e Repensando a vida. Isso é uma pergunta, um questionamento. Quem é você? O que é a sua vida? Vamos tentar entender um pouquinho tudo isso? Se eu chegasse agora e te fizesse essa pergunta na buxa, queima roupa, Quem é você? Você já se encontrou? É você realmente o cara, tudo o que se diz ser? Melhor do tudo e todos?
     Comecemos por exemplo olhando em um contexto bem grande. No nosso universo. Estima-se que exista hoje mais de 200 bilhões de galáxias, e uma destas galáxias é a nossa conhecida via do leite (via láctea) e somente em nossa galáxia existem 100 bilhões de estrelas aproximadamente. E uma dessas estrelas, pequena de quinta grandeza, é o nosso sol e ao redor deste maravilhoso sol que nos aquece todo santo dia existem vários planetas girando em torno dele e um destes planetas é a nossa querida casa, o nosso planeta Terra.
     O que é o ser humano no meio disso tudo? Vamos analisar friamente calculista agora. Somos apenas uma espécie no meio de mais de 3 milhões de outras espécies que vivem neste planeta. Que “cuida” de todo esse planeta ( ou não cuida como a gente tem visto cada vez mais...e isso é sinal de inteligência? Destruir a própria casa?) somos habitantes deste planeta e junto conosco existem mais de 6 bilhões (e crescendo) de outros seres humanos com as mesmas características nossas, ou seja, da mesma espécie. E quem é você no meio disso tudo? Acho que poderíamos resumir assim: você é um indivíduo no meio de 6 bilhões de indivíduos da mesma espécie, entre 3 milhões de outras espécies, que vivem num planeta minúsculo, acompanhado por um punhado de planetas que giram em torno de uma estrela que está junta de outras 100 bilhões de estrelas em uma das mais de 200 bilhões de galáxias existentes no universo. UFA!
     E quem é você no meio disso tudo?
    Acho que a melhor definição seria....você é o subtreco do subtroço! (pensaria você)
     E o que seria a vida afinal então?
    A vida num conceito rápido seria o intervalo de tempo entre o nascimento e a morte. E quanto dura este intervalo de tempo? Para alguns, segundo, momentos, horas, dias, meses, anos....depende da pessoa. É aí que acontece essa coisa fantástica que é a vida. E isso perdura até o fim de nossos dias na terra. Tudo começou quando estávamos naquela piscina gostosa, dentro da barriga da nossa amada mãe e um dia, sem que nos avisassem, aquele líquido começou a sumir, sumir e estreamos (como dizem os baianos) nossa passagem pela terra. E no momento que temos o primeiro suspiro a partir da palmada no bumbum (coisa gostosa) e até o último suspiro seja lá qual dia for, é o nosso espaço de tempo aqui na terra e assim a fila anda. Alguns estão no começo, outros no final, alguns já vão pelo meio e se tudo ocorrer bem, você já sente os primeiros sinais da fila quando fala: “Conheço fulano a mais de 30 anos”...olha, já é um sinal! E a média brasileira está em 78.4 anos. E o que é a sua vida no meio disso tudo, qual o conceito de vida que você tem no meio disso tudo? Poderíamos dividir assim, até os 25 anos você está organizando o que quer ser, jovens, gatoros e garotas que estão na garantia, quebrou o pai paga. 
     Dos 25 aos 60 estás na ativa, contribuindo com a atividade que você escolheu. Produzindo alta. Trabalhando, estudando, fazendo amor freneticamente. Já na última fase, dos 60 aos 80 anos, começa a fase do preparo para desembarcar, aposentadoria, criação de galinhas, jogo de cartas ou dominó o dia inteiro. Para os homens que nem eu, aos 60 anos você começa a passar dos tríceps para os “panceps” (alguns beeeeeeem antes disso).
     Dividindo a vida nestas 3 fases, vamos calcular agora outros fatores, vamos supor que se passa 8 horas dormindo. Numa vida de 90 anos, você dorme 30 anos (é muita preguiça) e come e/ou bebe 1k por dia e durante 90 anos vai ter consumido em torno de 25 a 30 toneladas, e ao mesmo tempo joga fora (entre fezes, urina e suor) a mesma quantidade (já pensaste no tanto de cocô? ) e a sua passagem por aqui deixará marcas interessantes. Claro que tudo isso é apenas uma analise fria e calculista da sua vida. Com algum tom bem humorado da minha parte.
      O que na verdade eu quero arrancar de você depois de tudo isso é...O que é a sua vida? E o que você está fazendo para melhora-la? Para se destacar? Contribuindo com o que e para que?
Curtir a vida? Sim claro eu também adoro curtir a minha vida, sair pra passear, almoço com amigos, jogo de bola, dançar, brigar, chorar, rir, se apaixonar, siquerê, siamá, sinvolvê, sibeijá...tudo isso é bom demais e eu “atoron” fazer isso, sempre claro com responsabilidades e sem machucar o próximo...mas quem é você quando chega em casa, quando está no seu trabalho, quando está com sua família, quando está com seus amigos, quando está com seu amor, quando está sozinho? Você tenta ser o que não é?      Tenta parecer o que não é? Um dia a casa cai amigo. Não é um rostinho bonito ou um corpo que importa, o que importa é o está em seu coração. Certa vez ouvi de um pastor uma frase que fala o seguinte “O hipócrita é aquele que aparenta ser auilo que ele nuca quer ser na verdade” ou seja, tenta parecer o que não quer ser, que mecanismo de defesa é este na verdade? Porque se usa isso? Será que é uma fuga de quem realmente você é? Porque é muito fácil, se produzir, colocar uma roupa bacana, sair com a rapaziada, curtir a noite e tentar passar uma imagem através de um sorriso, um rosto, um corpo,mas na realidade o que está por trás disso tudo? Quem realmente você é? E quando cair a mascara? O que você vai fazer, o que vais dizer? Mascaras caem amigos. Cuidado com isso. Ao longo da vida todos nós aprendemos a usar muitas máscaras, consciente ou inconscientemente. Tem gente que tem uma mascara no trabalho, outra em casa, outra com amigos, entretanto em uma hora de angústica, quando as emoções afloram, as máscaras caem. Já ouviram o ditado que diz o seguinte “você pode enganar uma parte do povo por um tempo, mas ninguém engana todo o povo durante todo o tempo” exatamente porque as máscaras caem, e todos nós em algum momento de nossas vidas usamos essas tais máscaras e precisamos tomar muito cuidado com isso.      
     As vezes é difícil reconhecer o que realmente somos. É mais fácil parecer alguém melhor. Porque a verdade dói e mais cedo ou mais tarde ela vem a tona. Mas como é difícil as pessoas reconhecerem as suas verdades, mas libertam e é isso que precisamos aprender a lidar, aprender a viver com a verdade e com o que realmente você é. O Mal por si mesmo se destrói. Não adiante ficar enrolando, sempre retorna pra você em forma de algum caso ou acaso. Aquela história que você nunca resolveu, aquele rolo que está pela metade e que você fugiu, deixou para trás a até hoje te perturba. Mas tem um momento na vida em que você vai ter que enfrentar os seus problemas para resolve-los de uma vez por todas. Você já reparou que nossa memória é atemporal? Por isso se você teve um trauma a 10 anos atrás ou aconteceu algo na sua infância que não te deixou feliz e que se isso tudo não estiver bem resolvido e você resolver falar agora a dor vem como se fosse hoje, agora, penetrando e te apunhalando. Porque não tem passado a memória, ela é atemporal, você tem que aprender a lidar e resolver isso de uma vez por todas, temos que confronta-los.
     Meus prezados amigos, minha intenção aqui é somente para ajuda-los a pensar e repensar na sua vida no que você realmente é e o que estás fazendo para melhorar isso. Lutamos porque não nos deixamos vencer. E precisamos aprender a nos quebrar, a perdoar, a amar, a reconhecer nossos erros e resolver esse paradoxo que cerca nossas vidas. Seja o que você é, reconheça seus erros, mude de atitude, não se meta na vida dos outros. Você é sim especial, apesar de sermos mais de 6 bilhoes da mesma espécie mas cada um tem suas características particulares, cada qual tem sua beleza exterior e interior, cada qual tem um tipo de coração e um tipo de relacionamento diferente, que precisamos aprender a viver com nossos erros e melhorar nossos acertos, deixar para trás resolvido tudo aquilo que te prejudicou e seguir de cabeça erguida adiante. Dar um novo significado ao nosso passado, dar um novo significado ao nosso presente, dar uma nova perspectiva ao nosso futuro.   
     Vou terminar contanto uma história muito bacana que ouvi uma certa vez.
     Um professor esperava pacientemente seus alunos terminarem suas provas e quando faltavam uns 15 minutos para terminar o tempo, uma das alunas levantou, foi até ele e perguntou se não poderia lhe dar uma folha em branco, o professor então pegou a folha e perguntou o porque da folha em branco. Ela olhou para ele e pacientemente respondeu: ”professor, tentei resolver a prova, me confundi toda, me atrapalhei nas respostas e queria ter a chance de fazer corretamente”. O professor então lhe entregou a folha e ficou ali torcendo para que ela se superasse. E ela se superou. E hoje sei que cada um que está lendo esse post recebeu uma folha em branco assim que nasceu, mas que motivo ou outro se atrapalhou, se confundiu e acabou rabiscando a sua folha, mas não se preocupe, ainda tem tempo de você apagar tudo, resolver tudo da melhor forma e seguir adiante de cabeça erguida, peça a Deus, ao seu Santo, a sua fé, ou qualquer coisa parecida uma nova chance, uma nova folha em branco e tenha a chance de reformular a sua vida. 
     Assim como a prova depende da atenção do aluno pra tirar uma boa nota, uma vida boa também depende da atenção que damos para nossa vida, então o seu sucesso não depende da sua cor, raça, idade, família, estado, nação, condição financeira ou qualquer coisa parecida, você é especial e único, levante sua mão peça uma folha em branco e tenha a chance de recomeçar a sua vida, uma oportunidade nova para ser feliz, isso não é mensagem de fim de ano, mas uma mensagem que achei bem oportuna para o momento. Não precisa ser o melhor aluno e tirar 10.
     Preocupe-se apenas em ser você mesmo e isso só depende de você.

Um grande abraço do @castellito